Notícias

20 de maio de 2019

Estilo Medieval

A Idade Média é um dos temas mais recorrentes para o cinema e para literatura. O imaginário, as realizações e as criações dessa época fazem dela uma fonte inesgotável de ideias e de possibilidades. O professor Raphael Prado soube aproveitar a riqueza desse período e planejou uma didática bem diferente para transmitir o conteúdo às turmas do 7º ano do Fundamental II.

Os tempos tratados pela História parecem tão distantes, que nenhuma aula parece ser realmente capaz de proporcionar a dimensão que eles representam. Então, o que fazer para aproximar os alunos dessas realidades passadas? O melhor modo seria por meio dos seus agentes históricos, ou seja, da população que viveu naquele momento. Há diversos relatos e testemunhos sobre os diferentes participantes da História, mas uma leitura extensa disso seria extremamente densa e entediante. Então, como fazer?

A ensinar a Idade Média, o professor Raphael pensou que uma boa solução seria sensibilizar os alunos para se colocarem no papel de homens e mulheres dessa época, tocando, no que é o mais visível em um encontro: as roupas! Assim, fizeram uma reconstrução histórica, vendo as roupas medievais. A proposta foi organizar um enorme “desfile” de moda medieval, em que os alunos confeccionaram as roupas de cada grupo social, entendendo as limitações técnicas, as cores da época, as razões de cada roupa, os momentos e principalmente, como a roupa pode ser um ótimo documento para análise de uma época histórica. Ao final, prepararam um grande desfile, em que a história percorreu as passarelas do Colégio Santo Agostinho Nova Lima, quando cada grupo apresentou os seus bonecos e bonecas, justificando e explicando cada tipo de roupa.

Para isso, as salas foram divididas em grupos e cada um trabalhou uma camada social medieval. Os pontos foram distribuídos ao longo do processo e os critérios avaliados foram organização, criatividade e historicidade. O máximo de detalhes possível garantiu o sucesso e a caracterização histórica.

Ao final do trabalho, os alunos compreenderam como o vestuário é parte de uma realidade histórica e como registros materiais são importantes para entender a história medieval. Além disso, desenvolveram habilidades interpessoais, criatividade, planejamento, prototipagens e coordenação manual.

Compartilhe