Notícias

19 de setembro de 2019

Hispanidad nos Jogos da Amizade 2019

Os times dos Jogos da Amizade 2019 representaram países de língua espanhola, para os estudantes já entrarem no clima da IV Semana de La Hispanidad, que está acontecendo no nosso Colégio, entre 16 e 20 de setembro.

“A expectativa dos alunos para os Jogos da Amizade demonstra que os estudantes gostam muito, se preparam para participarem e esperam ansiosos pelo evento. É uma experiência diferente do trabalho que a equipe de Educação Física desenvolve na rotina de aulas. O mais importante é o fato de estarem com outras turmas, conhecerem mais colegas no Colégio, aprendem a lidar com as derrotas e as vitórias, a jogar de forma coletiva e, o que não pode faltar, brincaram e se divertiram bastante”, avalia Júlia Fossi, professora de Educação Física e técnica de Handebol das equipes esportivas.

Todos os estudantes saíram campeões dessa competição, que neste ano foi voltada para as turmas do 2º ao 5º ano do Fundamental I. As equipes vestiram as camisas da Argentina, da Colômbia, do México e do Peru para disputarem diversas modalidades esportivas, como incentivo à cooperação, ao espírito de equipe e reforço aos valores agostinianos. Para João Paulo Valle Bechelany, do 5º ano D, mesclar esportes com brincadeiras como queimada, bola murcha e psicinada torna o evento mais divertido. "Esse foi o melhor Jogos da Amizade de todos os anos, porque os times foram muito bem divididos", avalia.

"O período dos Jogos da Amizade é de grande importância para nós, professores, e para os nossos alunos. Nesse momento, temos a oportunidade de conhecer outras habilidades das crianças, trabalhar questões como respeito, importância do trabalho em equipe, aprender a lidar com as frustrações e, principalmente, termos um tempo para interagir com os estudantes em um ambiente mais livre, o que nos permite ficar ainda mais próximos e nos conhecer melhor. Em ocasiões como os jogos da Amizade, descobrimos diferentes características desses nossos alunos que precisamos valorizar, mas muitas vezes passam despercebidas dentro de sala de aula. Para os alunos, é uma forma de interação, fazer novos amigos, de muita aprendizagem, diversão e descontração. Eles também se sentem mais livres e, ao mesmo tempo, isso gera mais responsabilidade. Foi comum no depoimento da minha turma ao avaliarem o evento indicarem como pontos fortes a questão da autonomia e dos relacionamentos", relata Glaura Castro, professora do 3º ano do Ensino Fundamental I.

As tabelas de classificação podem ser acessadas clicando aqui.

Clique aqui para ver as fotos no álbum disponível no Flickr do Colégio.

Compartilhe