Notícias

09 de abril de 2019

Medalha de bronze na OBF

Mérito é o que define, em uma só palavra, a conquista da medalha de bronze na OBF 2018 - Olimpíada Brasileira de Física - pelo Lucas Lana, que representou o 9º ano do Ensino Fundamental II.

A competição, organizada pela Sociedade Brasileira de Física, acontece anualmente e a cerimônia de entrega da premiação foi realizada no último sábado, dia 6 de abril, no Instituto de Ciências Exatas da UFMG.

Com perfil diferenciado, Lucas participou de um projeto de iniciação científica junto ao Laboratório de Física do Colégio Santo Agostinho em 2018, mesmo ano em que venceu a OBF, e sempre se destacou pelo desempenho acadêmico notável, resultado de comprometimento e dedicação aos estudos. A família, sempre muito presente na vida de Lucas, também participou do evento para prestigiar com orgulho a conquista do campeão. Os orientadores do aluno no projeto de Iniciação Científica, os professores Renato Consolmagno, de Física, Daniel Ziviani, de Ciências, e César Rocha, monitor de Física, estavam lá para acompanhar o pupilo de perto. “Vencer uma competição acadêmica, além de significar um talento acima da média, desenvolve o espírito de competição saudável e representa um estímulo para a vida toda, motivando o aluno a estudar mais e ter metas mais ambiciosas, que seriam pensar melhor na escolha profissional e entrar nas melhores universidades do País”, explica Renatão.

As inscrições para OBF 2019 estão abertas e o Colégio Santo Agostinho está fazendo o levantamento dos alunos que desejam participar. O concurso é dividido em três etapas, todas eliminatórias, e em cada uma delas é aplicada prova teórica. Na terceira fase há ainda um teste prático, experimental, no laboratório. A premiação em olimpíadas soma pontos para os estudantes ingressarem em universidades do exterior, prática que também já está sendo adotada por algumas universidades de renome no Brasil. Desejamos sucesso aos participantes deste ano! 

Compartilhe