Notícias

05 de abril de 2019

Professores do Colégio Santo Agostinho representam o Brasil em Congresso da Microsoft, em Paris

O Colégio Santo Agostinho esteve presente no maior evento internacional de educação da Microsoft: dois professores de física do Colégio Santo Agostinho Contagem estiveram em Paris, na França, entre os dias 2 e 4 de abril, representando a Instituição durante o Education Exchange 2019 - E2, que reúne educadores com experiência em integração da tecnologia em sala de aula. Ivan Pontelo e Patrick​ Bonnereau​​ foram selecionados dentre milhares de profissionais para apresentar, para educadores de todo o mundo, um sistema educacional inovador desenvolvido por eles.

Além disso, durante o Congresso, Ivan e Patrick conquistaram o título Microsoft Certified Educator. O certificado atesta que os professores possuem as competências e os conhecimentos tecnológicos, como educadores globais, necessários para proporcionar aos alunos uma experiência de aprendizado rica e personalizada. Um grande e importante reconhecimento! Ainda em Paris, Ivan e Patrick falaram​ mais sobre a conquista. "Fizemos uma avaliação, bem rigorosa, para a obtenção do título, mas estávamos muito preparados e com muita alegria vamos levar essa a conquista para o Brasil!" disse Ivan.

Patrick também falou sobre a experiência de participar do E2 e ter o trabalho reconhecido internacionalmente: "por mais altas que fossem nossas expectativas, elas foram superadas. Foi um sucesso e estamos cheios de novidades". ​Veja abaixo mais fotos dos professores durante o E2.

O Projeto: Ivan e Patrick desenvolveram, ao longo de dois anos, uma plataforma de planejamento e avaliação para o ensino de Física na Unidade Contagem do Colégio Santo Agostinho. Agora, a proposta é que o sistema seja incorporado também às demais disciplinas. "Aplicamos um conceito inovador em sala de aula e estamos colhendo o reconhecimento do nosso esforço e dedicação em melhorar a aprendizagem de nossos alunos e tornar as aulas mais conectadas com as necessidades da sociedade", disse Patrick.

O sistema, criado em constante diálogo com os alunos, permite a avaliação individualizada, de acordo com os interesses pessoais de cada estudante. "Aqueles que gostam de música, por exemplo, podem integrar a composição artística ao estudo da física, e ser avaliado por esse trabalho, sem que os outros estudantes sejam obrigados a também realizar a mesma atividade", explica Ivan. A ferramenta possibilita que as avaliações sejam entregues on-line e até mesmo que os alunos tenham agendas compartilhadas para a organização das atividades e trabalhos em grupo.

O desempenho dos alunos é calculado por meio de uma média aritmética. "O processo de aprendizagem ocorre de forma diferenciada para cada pessoa. Cada aluno tem suas particularidades e o nosso sistema garante que isso seja considerado nas avaliações", pontua Patrick. O projeto, segundo os professores, não se trata apenas de uma questão tecnológica, mas de como aplicar a tecnologia de forma mais significativa no processo educacional. Eles apontam expressivos resultados na formação dos alunos, que, sendo reconhecidos por sua demonstração espontânea de interesse, se mostraram mais motivados e participativos nas aulas.

Saiba Mais: No Brasil, além dos professores do Colégio Santo Agostinho, apenas outras duas educadoras de São Paulo foram selecionados para participar do Education Exchange 2019. O evento reuniu professores e especialistas em educação de mais de 90 países e promoveu o intercâmbio de ideias sobre educação personalizada e a forma como o digital enriquece as práticas pedagógicas.

Quando foram selecionados, os professores participavam do programa Microsoft Innovative Educator (MIE). Eles estavam concorrendo com mais de 8 mil educadores de diversos países, após concursos locais que identificaram os melhores projetos educacionais. Por meio de vários projetos educacionais, a Microsoft está cada dia mais interessada em entrar nas salas de aula. A companhia tem investido em soluções especiais para a educação e também em facilitar o acesso de professores para inclusão digital com foco educacional.


E2_4.jpg

E2_6-2-.jpg
E2_8.jpg
Compartilhe