Notícias

18 de março de 2019

Sociedade de Poetas Vivos

A atividade faz referência ao famoso filme Sociedade dos Poetas Mortos, da década de 1990, e encoraja estudantes de diferentes faixas etárias a experimentar o universo da poesia nas esferas do aprendizado e da prática, recitando em intervenções chamadas Invasões Poéticas, que acontecem ao longo do ano em diferentes espaços da escola. Quando menos se espera, uma turma literalmente invade a sala dos professores, o pátio, a biblioteca e até a sala de aula de outros colegas, que são presenteados com um banho de cultura. “São múltiplas as habilidades que os membros da Sociedade de Poetas Vivos experimentam com o despertar da sensibilidade para temas de relevância que podem e devem ser abordados por meio da poesia”, descreve Kely Cristina, idealizadora da iniciativa, Coordenadora do Núcleo de Referência da Cultura da Paz (NRCP).

O encontro da Sociedade de Poetas Vivos é conduzido em parceria com a Biblioteca do Colégio, Marcelo Xavier, onde os alunos têm contato com os diversos poemas trabalhados no projeto. “A Sociedade de Poetas Vivos possibilita o resgate de poesias e de autores famosos, inserindo os alunos em um contexto cultural de relevância para a formação humana e estimulando o gosto pela leitura”, avalia Renata Daniella Castro Morais, bibliotecária.

Ao final de cada ano, o projeto é finalizado com um evento que consolida todos os conteúdos trabalhados com os alunos poetas durante o período letivo, como uma maneira de externar e materializar sua vivência poética, dividindo a riqueza do aprendizado com os familiares e toda a comunidade agostiniana.

Compartilhe