Notícias

14 de maio de 2019

Tensão superficial da água

No Laboratório de Ciências, alunos do 9º ano do Fundamental II fizeram um peixinho de papel e depois o colocaram na bacia com água, que estava em repouso.

Ali, observaram que ele permaneceu parado, imóvel. Em seguida, adicionaram uma gota de detergente na bacia, o que provocou a quebra da tensão superficial em uma área específica, fazendo com que o peixinho de papel se movimentasse na água.

Vejam que interessante é entender esse fenômeno: é devido à tensão superficial que os insetos conseguem andar sobre a água na piscina, em um copo ou em qualquer outro recipiente. Com essa experiência, os estudantes aprenderam que o fenômeno acontece em decorrência de uma aproximação maior das partículas de água na superfície em comparação às submersas. Isso resulta numa camada capaz de sustentar determinado peso.

A tensão superficial da água é resultado das ligações de hidrogênio entre as partículas da água, o que não acontece com as partículas de ar acima da superfície.

Compartilhe